BLOG do MNU


Literatura Militante - Agenda Negra

LITERATURA MILITANTE

 

 

Reaja à Violência Racial

 

Negro

se você não reagir

você será morto

 

morto socialmente

culturalmente

economicamente

psicologicamente

moralmente

precocemente

 

morto antes de nascer

ainda no ventre materno

será morto sem trabalho

sem escola

sem ter onde morar

 

não terá direitos

nem saúde

estará sempre acompanhado

da praga embriaguez

da prostituição

empurrado para o crime

 

você será morto

nas prisões, nas ruas

no campo, nas cidades

por fome

por uma bala da polícia

 

morto sem história

com a angústia de não ter lutado

sua dignidade

                                                                                                                 estraçalhada        

 

Milton Barbosa

 

 



Escrito por MNU às 12h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


Agenda Negra

AGENDA NEGRA

 

 

 

“Quando os missionários chegaram, os africanos tinham a terra e os missionários a bíblia. Eles nos ensinaram a orar com os olhos fechados. Quando abrimos os olhos, eles possuíam a terra e nós tínhamos a bíblia.”

 Jomo Kenyatta – Kênia

 

“[...] o opressor nunca concede voluntariamente a liberdade; o oprimido deve conquistá-la.”

Martin Luther King Jr.  – USA

 

“Se for preciso, também estou disposto a morrer por esse ideal”

Discurso no julgamento de Rivônia, em 12.06.67, quando foi condenado à prisão perpétua.

Nelson Holihlahla Mandela – África do Sul

 

Janeiro:

1º. Independência de Haiti (1804);

   . Independência de Sudão (1956);

   . Independência de Camarões (1960);

   . É publicado  o jornal número 3 de “O Menelick”, em 19l6;

   . Fundação do G.R.E.S Nenê de Vila Matilde, em 1049, na Capital de S. Paulo;

 2. Fundação da Irmandade do Rosário dos Homens Pretos, na cidade de São

     Paulo, em

     1711, hoje localizada no Largo do Paissandu.

    .Independência de Burkina Faso (ex-Alto Volta), em 1960;

    .Morre, em 1985, a primeira diplomata negra da história do Itamaraty, Mônica

     de Veyrac, na Costa Rica;

5. Mãe Antoninha morre em 1997. Era o tronco mais velho da Mata de Codó e de

     Anastácia, fundadora do Terreiro da Turquia. Mãe Antoninha viveu 82 anos.

     Aos 5 anos começou a receber “encantado” mas só 17 anos depois foi

     preparada, por sua Tia Melânia, em Santo Antonio dos Pretos, Codó –

     Maranhão. 

6. Dia de Chico Rei. Chico Rei, nascido Galanga no Congo como um monarca

    Guerreiro  e sumo-sacerdote de Zambi-Apungo, foi capturado com toda a corte

    por portugueses escravocratas e vendido com o filho Muzinga no Rio de Janeiro,

   de onde foi levado    para Ouro Preto em 1740.

7. Dia da Cabanagem (1835). Revolta ocorrida no Pará.

12.Nasce em 1840, Silvério Gomes Pimenta, Dom Silvério, o primeiro bispo negro a

     entrar na Academia Brasileira de Letras;

15.Independência do Congo, em 1960;

    .Nascimento de Martin Luther King Jr., em 1929, Prêmio Nobel da Paz em 1964,

     grande líder negro (USA);

    .”Abolida” em 1976, exigência de Registro Policial para os terreiros das religiões

     Afro-Brasileiras, na Bahia.

17.Morre Patrice Lumumba, líder revolucionário do Congo, em 1961;

29.Morre José do Patrocínio, “ O Tigre da Abolição”, em 1905 

Você sabia? Que: 

.A fundação de “O Clarim da Alvorada”, jornal dirigido à comunidade negra, ocorreu em 06.01.1924, por Jayme D”Aguiar e José Correia Leite, em São Paulo;

.O ANC (African National Congress), grupo político que lutou contra o apartheid, na África do Sul, foi criado em 07.01.1912;

.André Pinto Rebouças, negro, engenheiro, nasceu em 13 de janeiro de 1838, na cidade de Cachoeira (BA) e tem seu nome em avenida da Capital paulista;

.Amílcar Cabral, poeta revolucionário, fundador do PAIGC (Partido Africano de Independência de Guiné-Bissau e Cabo Verde) foi assassinado pela PIDE (polícia portuguesa), em Conacry, em 20.01.1973;

.A Revolta dos Malês, em Salvador (BA), se deu nos dias 24 e 25 de janeiro de 1835;

.A Serra da Barriga, onde se desenvolveu o Quilombo de Palmares, em Alagoas, foi tombada em 31.12.1986.

.A bula Romanus Pontifex, de Nicolau V, em 1454, legitimava a redução dos fiéis a perpétua servidão e segundo o sumo pontífice: “Muitos desses negros trazidos a Portugal, trocados por cousas não proibidas, ou por outro gênero de compra [...] haviam recebido o batismo, sendo, portanto, de esperar, da continuação do tráfico, a conversão de todos aqueles povos à fé cristã”. (GOULART, 1950, p. 20).  

           

 



Escrito por MNU às 12h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico
30/11/2008 a 06/12/2008
28/09/2008 a 04/10/2008
31/08/2008 a 06/09/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
29/06/2008 a 05/07/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008
30/03/2008 a 05/04/2008
16/03/2008 a 22/03/2008
02/03/2008 a 08/03/2008
10/02/2008 a 16/02/2008
30/12/2007 a 05/01/2008
09/12/2007 a 15/12/2007
04/11/2007 a 10/11/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
12/02/2006 a 18/02/2006
11/12/2005 a 17/12/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
06/03/2005 a 12/03/2005
06/02/2005 a 12/02/2005
23/01/2005 a 29/01/2005
09/01/2005 a 15/01/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 MNU





O que é isto?